Temer é colocado em liberdade

Antonio Ivan Athié, desembargador do Tribunal Federal da Segunda Região (TRF2), ordenou esta segunda-feira, 25 de março, a liberação do ex-presidente Michel Temer.

Temer tinha sido preso pela Operação Lava Jato de forma preventiva - para evitar destruição de provas ou uma fuga - na quinta-feira, 21 de março, acusado de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.

O político deixou a sede da Polícia Federal no Rio, onde estava detido, por volta das 18:30 horas.

A liminar de Athié também determinou a soltura do ex-ministro Wellington Moreira Franco e de João Baptista Lima Filho, apontado como operador financeiro do suposto esquema criminoso comandado por Temer.

O desembargador também aceitou pedidos de habeas corpus de outros cinco alvos da operação: Maria Rita Fratezi, Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Vanderlei de Natale e Carlos Alberto Montenegro Gallo.

O Ministério Público Federal informou que irá recorrer da decisão. O TRF2 tinha informado que os pedidos de habeas corpus de Temer e Moreira Franco seriam julgados no dia 27, e não de forma monocrática, mas pela Primeira Turma Especializada. (d'vox)

Términos del Servicio | Política de Privacidad

CR| opn: