Términos del Servicio | Política de Privacidad

CR| opn:

Paraguai tem presidente pró-vida e pró-família

17.08.2018

 

Na última quarta-feira, 15 de agosto, tomou posse da presidência de Paraguai Mario Abdo Benítez, vencedor das eleições de 22 de abril deste ano.

 

O novo mandatario se declara abertamente pró-vida, pró-família e a favor das liberdades individuais, e assinou um compromisso, que pode ser lido aqui, de manter sua palavra diante de eventuais pressões externas para que o país, tido como o mais conservador da América do Sul, legalice o aborto e o chamado 'matrimônio' entre pessoas do mesmo sexo.

 

Na disputa eleitoral, o candidato da Associação Nacional Republicana (ANR), conhecida como Partido Colorado, derrotou Efraín Alegre, do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), que fez aliança com os partidos de esquerda do país, incluído o radical Frente Guasú, do ex-presidente e ex-bispo Fernando Lugo.

 

Em matéria econômica, o presidente disse que manterá as exitosas políticas de crescimento adotadas por seu antecessor, Horacio Cartes. O país é um grande exportador de soja, além de receber um grande investimento internacional.

 

O mandatário ainda promete acabar com a miséria, amenizar a desigualdade social no país, e acabar com a corrupção, o tráfico de drogas e o crime organizado na fronteira com o Brasil.

 

Abdo é sucessor de Horacio Cartes, membro do mesmo partido e que governou cinco anos garantindo - em geral - políticas de proteção à vida, à família e às liberdades fundamentais.

 

O ex-presidente tentou aprovar uma lei que permitiria sua reeleição, mas o povo foi às ruas para protestar contra a iniciativa. O próprio Mario Abdo disse ter participado das manifestações. Vendo a impossibilidade de ser reeleito, o ex-presidente tentou renunciar seu mandato para concorrer ao cargo de senador, o que o poder Legislativo do país reprovou.

 

'Marito', como é chamado Mario Abdo no país, recebeu esse codinome para diferenciar-se de seu pai, Mario Abdo Benítez, que foi secretário do ex-ditador Alfredo Stroessner, que governou o país por 35 anos, motivo pelo qual recebe críticas.

 

'Marito' se defende dizendo que à época do fim da ditadura, em 1989, tinha apenas 16 anos, e não pertencia a nenhuma militância política. Nesse ano foi viver nos Estados Unidos, onde em 1995 obteve o título de licenciatura em Marketing na Teikyo Post University, em Connecticut.

 

O presidente ainda serviu às Forças Armadas do Paraguai, conseguindo o título de subtenente de Aviação de Reserva como paraquedista.

 

É empresário do ramo de construção e senador desde 2013. Em sua passagem pela Câmara Alta sempre respaldou a agenda pró-vida e pró-família, e contribuiu para bloquear as pautas mais radicais do lobby 'progressista'.

 

Em seu discurso inicial ressaltou seu compromisso com o povo paraguaio, reafirmando suas propostas e pedindo a união de seus compatriotas. Abdo ainda prometeu conquistar a confiança do povo na política do país, que sofreu grande desgaste a acusa de acusações de corrupção nos últimos governos.

 

[ D'Vox ]

 

Please reload

‘Querida Amazonía’ y las 3 derrotas...

A ciência como arma ideológica

1/15
Please reload